27/11/2021 às 23h30min - Atualizada em 27/11/2021 às 23h41min

João Doria vence prévias e será candidato do PSDB à presidência em 2022

Governador de São Paulo obteve 53,99% dos votos e superou Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul (44,66%) e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto (1,35%).

G1

Governador de São Paulo obteve 53,99% dos votos e superou Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul (44,66%) e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto (1,35%).

O governador de São Paulo, João Doria, venceu as prévias do PSDB em primeiro turno neste sábado (27) para disputar pelo partido à Presidência da República na eleição de 2022.

Segundo o PSDB, Doria obteve a maioria dos votos e recebeu 53,99% dos votos dos filiados, somando 17.470 votos, de um total de 29.360 filiados que participaram das prévias. Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul, teve 44,66% dos votos (11.295 votos) e o ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, 1,35% (427 votos).

Com a vitória, Doria passa a ser o pré-candidato do PSDB ao Palácio do Planalto. Uma convenção nacional do partido deve confirmar o nome do governador de São Paulo. A candidatura só será oficializada com o registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O prazo para inscrição de candidaturas se encerra em agosto do próximo ano.

Esta foi a primeira vez que o partido recorreu à realização de prévias para escolher o pré-candidato à Presidência da República.

Em razão de problemas no aplicativo de votação, as prévias iniciadas no último domingo tiveram de ser interrompidas durante quase uma semana e só foram concluídas neste sábado.

A disputa foi marcada por divergências entre os pré-candidatos, que dividiram posições dentro da legenda. Ao longo da pré-campanha, Doria e Leite trocaram farpas, e a demora para a conclusão da votação acabou agravando a crise entre os governadores.

Após o anúncio do resultado, o ex-prefeito e ex-senador Arthur Virgílio afirmou que a prioridade agora será "unir o partido".

"Vamos ter que romper qualquer laço do PSDB com o bolsonarismo. Não tem emenda que valha isso, não tem circunstância que valha isso. Nos temos que começar a fazer justiça aos nossos militantes", declarou.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por João Doria (@jdoriajr)

 

Eduardo Leite afirmou que o partido tomou a "decisão absolutamente soberana, que tem meu reconhecimento".

"Desejo a ti toda a sorte, a força, para lutar a luta que tem pela frente", disse, dirigindo-se a Doria.

Doria

João Doria, de 63 anos, entrou na vida pública como secretário de Turismo de São Paulo e presidente da Paulistur (1983-1986) no governo Mário Covas.

Formado em jornalismo e publicidade, fundou em 2003 o grupo de empresários Lide.

Foi prefeito de São Paulo entre 2017 e 2018, renunciando ao cargo para concorrer ao governo do Estado, mesmo após prometer publicamente que completaria o mandato.

Elegeu-se ao governo paulista em 2018, ao atrelar sua campanha à do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), utilizando o slogan "BolsoDoria".

Posteriormente, rompeu com o presidente durante a pandemia, buscando afastar sua imagem da postura negacionista de Bolsonaro com relação ao vírus.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://intopo.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp