25/11/2021 às 16h07min - Atualizada em 25/11/2021 às 16h07min

O que aconteceu com o PSDB?

Do protagonismo das eleições nas últimas duas décadas ao "fiasco" das Prévias Presidenciais.

Foto: Prévias PSDB

O que inicialmente era considerado uma grande novidade, algo inédito no universo dos partidos nacionais, que foi a inserção das prévias internas, algo bastante comum nos EUA, tornou-se um enorme problema para os tucanos..

Prévias PSDB - Eduardo Leite; Arthur Virgílio; João Doria  Foto: CNN Brasil

 

Na análise de muitos, uma oportunidade para expor a cisão existente  no partido e agravada agora.

O Dep. Estadual Marden Menezes (PSDB-PI) conversou conosco sobre esta situação. 

Para o parlamentar a suspensão das prévias pelo problema no aplicativo que era o responsável pela contabilização e apuração dos votos dos filiados em todo Brasil, não resta dúvida que é lamentável e gerou um desgaste, tanto para os candidatos que disputam as prévias, como para os eleitores e para quem também se deslocou à Brasília para  participar da eleição presencial.

Dep. Estadual Marden Menezes - PSDB - PI  Foto: Reprodução Instagram

 

De acordo com o deputado, o partido  “tomou uma iniciativa pioneira no país, de ser o primeiro a realizar prévias para a escolha de um candidato à presidência da república, algo inédito e que claro, ressalta a importância  e a valorização da democracia pela sigla partidária”.

Marden enfatiza ainda,  que por outro lado, em relação aos problemas existentes, “de fato gerou um desgaste muito grande e isso é inevitável”. E diz esperar agora, a solução desse problema no menor espaço de tempo possível.

Para o deputado é importante que haja um esclarecimento e uma transparência sobre o que de fato aconteceu, porque segundo ele, este é o grande questionamento que todos fazem.

“O por que dessa pane em um aplicativo, quando houve tempo suficiente para se contratar uma empresa com tecnologia e capacidade suficiente para conduzir esse sistema?”.

Para Samuel Silveira (PSDB- PI), o PSDB teve uma postura corajosa ao decidir o seu pré-candidato a partir de prévias, “uma providência democrática e salutar, saudável, que todo partido deveria adotar”.

Delegado Samuel Silveira e Pré - Candidato a Dep. Federal  Foto: Reprodução Instagram 

 

O delegado e ex-vereador de Teresina,  ressalta que divergências são naturais em toda construção democrática e que o “impacto de toda essa discussão é o amadurecimento e o crescimento do partido”.

Silveira ratifica que pretende ser pré - candidato a deputado federal em 2022, que a análise sobre o cenário político de momento é natural, e  está atento ao contexto político atual visando a mudança na gestão do governo do estado no próximo ano.

Vale ressaltar que a Campanha das Prévias do PSDB foi repleta de muita polêmica, desde acusações de filiações fora do prazo, ataques entre os candidatos (João Doria: Eduardo Leite; Arthur Virgílio Neto) à  discordância envolvendo o próprio aplicativo usado na votação.

Ao longo deste período, o partido tentou mostrar uma união “que não existe”  fato que ficou evidente após a  frustrada votação, temporariamente interrompida. 

Prévias PSDB - Eduardo Leite; Arthur Virgílio; João Doria  Foto: Reprodução Instagram PSDB 

 

O processo eleitoral está suspenso sem data definida para ser retomado.

O partido busca um “Plano B” com a contratação de uma nova empresa para concluir o processo, duas estão em análise. 

Nesta quarta-feira (24),  o PSDB divulgou em suas redes sociais uma nota destacando a possibilidade de ter sido vítima de um ataque de hackers, e isso, seria o motivo da não funcionalidade do aplicativo. 

Nota PSDB - Foto: Reprodução Instagram PSDB

 

Mas afinal, quem vencer as prévias do PSDB leva o quê?  

 

         

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://intopo.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp