24/11/2021 às 13h03min - Atualizada em 24/11/2021 às 13h03min

Ex-tenente acusado de matar Iarla Lima é julgado pelo Júri Popular

O réu não foi encontrado para receber a intimação, contudo, a desembargadora Eulália Maria Pinheiro determinou pelo o prosseguimento do julgamento.

Ocorreu nesta quarta-feira (24) a audiência do ex-tenente do Exército Brasileiro, José Ricardo da Silva Neto, acusado de matar a companheira Iarla Lima Barbosa, pela 1º Vara do Tribunal Popular do Júri, do Tribunal de Justiça. 

 

O ex-tenente também é acusado pela tentativa de homicídio contra a irmã da vítima, Ilana Lima Barbosa, e a amiga, Josiane Mesquita da Silva, próximo a casa de confraternização Bendito Boteco, no dia 19 de junho de 2017, na cidade de Teresina. 

 

O réu não foi encontrado para receber a intimação, contudo, a desembargadora Eulália Maria Pinheiro determinou pelo o prosseguimento do julgamento. 

 

Caso

No dia 19 de junho de 2017, José Ricardo da Silva Neto teria matado a namorada Iarla Lima Barroso e ferido a irmã da vítima, Ilana e a amiga, acompanhadas da mesma, na Avenida Nossa Senhora de Fátima.

 

Na madrugada daquele dia, a vítima e o acusado estavam no estabelecimento, quando José Ricardo não estava se sentido bem. Ao chegar no carro, o ex-tenente iniciou uma briga com Iarla por ciúmes. 

 

Em seguida ele teria sacado uma arma e atirou três vezes contra a namorada e em sequência contra a irmã e amiga da vítima, que estavam acompanhadas no banco traseiro do carro. Mesmo feridas, a irmã e a amiga conseguiram descer do carro e fugiu. José fugiu em seguida com o corpo da vítima.  




Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://intopo.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp