17/11/2021 às 11h41min - Atualizada em 17/11/2021 às 11h41min

Bebê venezuelano sofreu agressões e intoxicação alimentar, aponta laudo do IML

De acordo com a Semcaspi, a família foi orientada a buscar cuidados médicos para a criança, no entanto, buscaram inicialmente tratamento religioso.

Portal O Dia
Foto: Jailson Soares/O Dia

O laudo cadavérico realizado no bebê venezuelano que morreu aos nove meses de vida em Teresina apontou que a criança sofreu agressões e intoxicação alimentar. A menina, identificada como Heilin Perez, veio a óbito na última sexta-feira (12), no Hospital do Buenos Aires, na zona Norte de Teresina.

Em nota, a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) informou que a mãe do bebê, identificada pelas iniciais H.D.V., de apenas 13 anos, e a avó, Maria Perez, 41 anos, deram seus depoimentos à polícia e retornaram ao abrigo para aguardar os trâmites judiciais. 

O laudo cadavérico realizado no bebê venezuelano que morreu aos nove meses de vida em Teresina apontou que a criança sofreu agressões e intoxicação alimentar. A menina, identificada como Heilin Perez, veio a óbito na última sexta-feira (12), no Hospital do Buenos Aires, na zona Norte de Teresina.

Em nota, a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) informou que a mãe do bebê, identificada pelas iniciais H.D.V., de apenas 13 anos, e a avó, Maria Perez, 41 anos, deram seus depoimentos à polícia e retornaram ao abrigo para aguardar os trâmites judiciais. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://intopo.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp