19/10/2021 às 15h38min - Atualizada em 19/10/2021 às 16h58min

A aplicação de 22 milhões de reais é investigada na CPI da Covid em Timon

Em entrevista ao portal Intopo, o vereador Ulysses Waquim fala sobre o andamento da CPI da Covid em Timon- MA

Foto Reprodução: Portal Intopo

O vereador Ulysses Waquim que é presidente da CPI da Covid na cidade Timon no Maranhão, afirma está concentrado nos fatos levantados desde o inicio a comissão da CPI da Covid junto a Câmara Municipal.

Foto: Intopo

Foto: Intopo

Foto: Intopo

 

E destaca que entres as provas colhidas até o momento, tem mãos documentos, visitas In Locu, provas e testemunhal de áudio vídeo. “Hoje nessa comissão temos a certeza que realmente foi um pedido acertado de abertura da CPI, estamos vendo muita controvérsia contábil, muitas obras que o município pagou e foi feita pela metade, contratos pagos pela prefeitura de Timon do ano de 2017 não poderia ser pago com dinheiro da COVID”, disse Ulysses.

O parlamentar ressalta ainda, que há muitas repetições de pagamentos realizados com o mesmo valor, com mesmo número de contratos referentes à Covid. “Uma dispensa de licitação com justificativa da pandemia que estamos investigando, onde foram pagos apenas para a limpeza em dezembro de 2020, quase 5 milhões de reais. Então queremos saber como esses recursos foram utilizados”, completa.

 O Vereador propõe apresentar o relatório final a população. E informa que foram destinados 22 milhões de reais em recursos para o combate a COVID 19 em Timon - MA, e destacando assim, que a esse valor foi suficiente para o município ter uma UTI.

 “A UTI que temos é do estado, esse dinheiro não existe mais na prefeitura e a o enfretamento a Covid com esse orçamento extra, poderia ter deixado um legado, mesmo num momento difícil para a sociedade poderíamos ter equipado nossos hospitais se esse dinheiro tivesse sido usado de formas correta”, afirma.

 Quanto a um suposto incomodo provocado pela oposição, Ulysses diz manter-se firme na CPI da Covid. “Sempre quem está sendo investigado e fiscalizado vai dizer que é movimento de oposição, mas, estamos concentrados em fatos e documentos e contra isso eles não têm argumentos para contrapor esse material que temos em mãos”, disse.

 

 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://intopo.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp