04/10/2021 às 16h34min - Atualizada em 04/10/2021 às 16h34min

Piauí registra mais de 1.600 colisões de veículos em postes por causa de bebida alcoólica e celular

Teresina, Uruçuí, Picos, Manoel Emídio e Campo Maior são cidades com maiores números de colisões.

G1
Foto: Divulgação/Equatorial

O Piauí registrou, até setembro deste ano, mais de 1.600 colisões de veículos em postes, conforme um levantamento da concessionária de energia do estado, a Equatorial. Segundo a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (Strans), as principais causas desses acidentes são o uso de celular e a ingestão de bebida alcoólica ao volante.

 

Entre as cidades com maiores índices de colisões em 2021, então Teresina (315 acidentes), Uruçuí (66), Picos (65), Manoel Emídio (45) e Campo Maior (44). Durante todo o ano de 2020, foram registradas 1.869 ocorrências.

 

Segundo o Executivo de Estudos operacionais da Equatorial Piauí, Abraão Galeno, um abalroamento, como é tecnicamente denominada a colisão de veículos em postes, pode gerar risco à vida e a interrupção de energia elétrica, inclusive em áreas com atividades essenciais, além de comprometer o trânsito e acarretar custos de manutenção ao responsável pelo acidente.

 

"Os números de acidentes de trânsito que envolvem postes são altos. Responsabilidade e respeito são essenciais para a redução desses números. Reforçamos o pedido das autoridades de trânsito para os motoristas reforçarem o cuidado e atenção ao dirigir", afirmou Abraão Galeno.

 

Para o gerente executivo de educação de trânsito da Strans, Reginaldo Canuto, motoristas devem se conscientizar principalmente sobre os perigos de dirigir manuseando o celular ou sob efeito do álcool. As atitudes configuram infrações e podem prever multas e, em casos graves, a suspensão do direito de dirigir.

 

"Enfatizo dois aspectos tanto para motociclistas como para automóveis: não ingerir bebida alcoólica e não usar celular ao volante. Se for consumir bebida alcoólica, não se deve conduzir nenhum veículo. E usar celular dirigindo pode, em fração de segundos, também gerar acidente. Além de ser uma conduta proibida pelo Código de Trânsito", informou.

 

O que fazer quando acontece um acidente com quebra de poste?

A Equatorial Piauí orienta que a população não se aproxime de fios ou cabos partidos e caídos, e que não toquem em pessoas ou objetos que estejam em contato com a rede elétrica.

 

Em caso de ocorrências que envolvam a rede elétrica, a recomendação é contatar a Central de atendimento da concessionária, por meio do número 0800 086 0800.

 

Se a vítima do acidente estiver dentro do veículo e o cabo cair e permanecer sobre o automóvel, a orientação é acionar também o Corpo de Bombeiros, por meio do número 193. A vítima deve aguardar dentro do veículo e não tocar na parte metálica.

 

Caso o condutor ou o proprietário do veículo seja identificado, ele será responsabilizado pelos danos materiais e serviços de reparação, cujo custo médio é R$ 2.500.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://intopo.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp