26/01/2022 às 09h06min - Atualizada em 26/01/2022 às 09h06min

Covid: Rio vacina crianças de 10 anos nesta quarta. Veja mais capitais

Além do novo público, prefeitura carioca continua imunizando os pequenos de 5 a 11 anos com comorbidade ou deficiência

Ig

A vacinação contra a Covid-19 avança em todo o país, e as capitais brasileiras imunizam novos grupos e faixas etárias nesta quarta-feira (26).

O Rio de Janeiro, por exemplo, começa a oferecer a primeira dose para crianças de 10 anos ou mais, além seguir imunizando os pequenos de 5 a 11 anos com comorbidade ou deficiência.

 

Confira como será a vacinação contra a Covid-19 em capitais brasileiras nesta quarta-feira (26):

São Paulo

A prefeitura paulistana continua vacinando as crianças de 6 a 11 anos, e, com a vacina pediátrica da Pfizer, as de 5 anos e as imunocomprometidas.

A capital continua a imunização com a primeira dose para crianças de 5 a 11 anos com comorbidades ou deficiência permanente (física, sensorial ou intelectual) e para populações indígenas aldeadas, além do público geral a partir de 12 anos, e a segunda dose para os públicos elegíveis.
 

Os adultos que tomaram a segunda dose da vacina há pelo menos quatro meses podem receber o reforço do imunizante na capital paulista, bem como os imunossuprimidos que concluíram o esquema vacinal há 28 dias ou mais.

A capital paulista também segue com a aplicação de uma dose adicional em todos aqueles que tomaram o imunizante da Janssen há pelo menos dois meses. Veja mais informações no Vacina Sampa.

Rio de Janeiro

A Prefeitura do Rio de Janeiro começa a vacinar as crianças de 10 anos ou mais nesta quarta (26). Além disso, crianças de 5 a 11 anos com comorbidades ou deficiência podem se imunizar em qualquer data.

 

 

 

O município segue aplicando a dose de reforço em todos os adultos que tenham recebido a segunda dose há quatro meses ou mais, e nos imunossuprimidos com 12 anos ou mais cuja vacinação tenha sido concluída há pelo menos 28 dias. A primeira e a segunda dose também estão disponíveis para a população de mais de 12 anos.

Belo Horizonte

A prefeitura de Belo Horizonte aplica a primeira dose para crianças de 10 anos sem comorbidades, e a dose de reforço para pessoas de 47 anos, desde que a data da segunda dose tenha completado quatro meses. Saiba mais no site da prefeitura.

 

 

 

Goiânia

A Prefeitura de Goiânia vacina as crianças a partir de 5 anos de idade com a vacina pediátrica da Pfizer, e as crianças de a partir de 6 anos com o imunizante CoronaVac. Não é necessário agendamento para imunizar os pequenos, e os pais devem apenas comparecer aos postos de saúde com os documentos. A primeira dose ainda é aplicada no público a partir de 12 anos.

As segundas doses da AstraZeneca e da Pfizer serão aplicadas para aqueles que receberam a primeira há oito semanas (até o dia 1º de dezembro), e da CoronaVac àqueles com data marcada para 26 de janeiro ou em atraso. Quem recebeu a primeira dose da Janssen até 26 de novembro também pode receber o reforço do mesmo imunizante.

A terceira dose será aplicada nas pessoas a partir de 18 anos que receberam a segunda dose até 29 de setembro, e para imunossuprimidos com 18 anos ou mais que receberam a segunda há pelo menos 28 dias (até 29 de dezembro).

Já a quarta dose é destinada aos imunossuprimidos acima de 18 anos com quatro meses de intervalo da terceira dose (até 29 de setembro). Saiba mais neste link.

João Pessoa

A cidade de João Pessoa começa a aplicar a primeira dose nas crianças de 9 anos sem comorbidades e continua oferecendo o imunizante a crianças de 5 a 11 anos com comorbidades ou deficiência, bem como ao público com mais de 12 anos.

A quarta dose é oferecida aos imunossuprimidos que tenham tomado a terceira dose há pelo menos quatro meses. A prefeitura também aplica a segunda naqueles que tomaram a CoronaVac há mais de 28 dias, a Pfizer há 60 dias e a AstraZeneca há 90 dias.

A terceira dose será disponibilizada para o público acima de 18 anos e os trabalhadores da saúde, desde que se tenham cumprido quatro meses da segunda dose, e para os imunossuprimidos que concluíram o esquema vacinal há pelo menos 28 dias. Saiba mais neste link.

Florianópolis

A Prefeitura de Florianópolis vacina crianças de 6 anos ou mais sem comorbidades contra a Covid-19. Além delas, as de 5 a 11 anos que possuem comorbidades e/ou deficiência ou que morem com alguma pessoa pertencente a grupos de risco podem receber a primeira dose.

A vacinação de adolescentes e adultos segue em curso também com a primeira dose, a segunda e o reforço.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://intopo.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp