25/01/2022 às 19h36min - Atualizada em 25/01/2022 às 19h36min

Projeto ensina artes marciais gratuitas e ajuda pessoas a sair da depressão

A iniciativa é do Instituto Nova Vida Sanda com a prática esportiva que envolve artes marciais chinesas, como o kung Fu.

Natália Borges
Foto: Reprodução/Instagram
 
Tendo o esporte como um dos principais pilares, há quase três anos, o Instituto Nova Vida Sanda tem trabalhado em projetos de artes marciais com a proposta de promover o bem estar dos seus praticantes e a inclusão social. 
 
O Instituto nasceu em 2019, no bairro Vale do Gavião, em Teresina-PI com o objetivo de levar para a comunidade local a prática de atividades físicas saudáveis, que envolvem artes marciais como kung Fu. O idealizador do projeto é o professor Aridiego Pereira que já foi tri-campeão piauiense dessa modalidade.
 
O projeto atende hoje 250 alunos gratuitamente das comunidades Vale do Gavião, Morada do Sol e Dirceu. O professor conta que iniciou as atividades na garagem de casa para ajudar sua filha que na época passava por uma fase de depressão. O esporte a ajudou a superar o momento difícil, como também outros alunos do projeto que vieram e se curaram da depressão, dessa forma, com ajuda dos seus filhos começaram os treinos.


 
Para Aridiego, o Kung Fu se tornou parte da sua história de vida e de luta, e destaca que o esporte restituiu à vida dele. Por um período, abandonou o esporte. Nessa época ficou viciado em cocaína, foi preso por receptação, uma época difícil nas quais sua vida e sua imagem foram destruídas. E foi através do esporte que ele pôde restituir sua vida e hoje pode ajudar outras pessoas  
 
“Com essa ideia é possível salvar pessoas, implantando uma nova vida através do esporte, por isso o nome do instituto é ‘Nova Vida’, falamos um pouco de tudo, passo minhas experiências, como superei o vício e a depressão”.
 
O esporte é um dos principais pilares da entidade, que também tem proporcionado aos seus alunos não só a prática de atividade física saudável, mas também tem complementado na formação disciplinar, favorecendo a inclusão social através do esporte.
 
Ariediego conta que muitos dos alunos que chegam ao Instituto, vêm em busca de um refúgio para se curar da depressão. E destaca que recebe mensagens de novos adeptos e depoimentos de mães de alunos que vêm testemunhar que os filhos têm melhorado da depressão com ajuda do projeto. 
 
Um exemplo é o caso do aluno Artur Gabriel, que destaca que antes de conhecer o  Sanda e o professor Aridiego nunca se sentiu tão especial quanto se sente hoje em dia. 
 
“O esporte me ajudou muito quando eu estava enfrentando um sério quadro de depressão profunda, onde havia momentos em que eu nem tinha vontade de levantar da cama. Mas o Sanda me deu um novo motivo para existir, me deu uma nova vida. O professor Aridiego mudou minha vida, e hoje eu tenho orgulho de dizer que sou um atleta da Nova Vida Sanda.
 
A aluna Helen Silva destaca que encontrou também no projeto, uma alternativa para se fortalecer como pessoa.

“O mestre Aridiego me ensinou a ser forte em todos os momentos, pois a força nem sempre está relacionada ao físico, mas principalmente ao caráter, ao emocional e ao conhecimento, eu digo que sou forte, mas também me enfraqueço como todos, sou humano. Ser forte também é motivar, ensinar, ajudar e acompanhar, a força maior é a de dentro, e só é capaz de enxergar quem é capaz de demonstrar sentimentos. Nos momentos de desanimo, tenho o projeto para me fortalecer”.  
 
O projeto
 
O Instituto Nova Vida trabalha pela formação de crianças, jovens e adultos na prática esportiva que envolve artes marciais Kung Fu relacionadas à modalidade esportiva Sanda.

As iniciativas desenvolvidas pelo Instituto tiveram uma pausa em 2020 nos treinos por causa da pandemia, e teve que ser reestruturada de acordo com protocolos que priorizam a saúde de todos os envolvidos. 
 
Um dos principais desafios enfrentados pelo projeto, segundo o Aridiego é a falta de um espaço próprio para receber seus alunos. Atualmente as atividades acontecem em praças e ginásio de esporte da região. 
 
“Quando a gente vai solicitar recursos, às vezes a gente termina barrado, por que somos sempre perguntandos: você não tem uma sede própria?”
 
Porém, com todos os desafios enfrentados, o projeto tem recebido apoio da Secretaria Municipal de Esporte (SEMEL), que cede os ginásios para as aulas, e ajuda nos patrocínios de eventos realizados pela instituição. Outros recursos vêm de doações de instituições privadas e dos próprios alunos.  
 
Kung Fu 

O Kung Fu é  uma arte marcial de origens milenares, focada na qualidade de vida e, mas também sempre estimulou a prática de outros aspectos, tais como: medicina, filosofia, religião, ética, e até literatura, sendo assim uma ferramenta de excelência para o desenvolvimento da sociedade.
 
Sanda (wushu)


O Sanda (wushu), também conhecido como box chinês, é a modalidade esportiva do Kung Fu na qual se luta mesclando socos, técnicas de chutes e arremessos. É a parte integrante do kung fu que visa preparar os praticantes para a modalidade de combate competitivo. 

Os eventos Nova Vida Sanda

O projeto realiza por ano três eventos de competição

Copa Nova Vida  ‘Wusha Sanda’

A Copa Nova Vida que terá sua 2ª edição realizada no dia 19 de fevereiro desde ano, contará com a participação de  atletas do projeto e convidados. 


The Sanda

Evento realizado em sua primeira edição em 2021, onde trouxe para competição 5 lutas profissionais da região norte e nordeste. 

Copa Rosa de Sanda

O primeiro evento da modalidade feminina realizado pelo Instituto Nova Vida foi realizado em outubro de 2021, a Copa Rosa Sanda. 

Ariediego destaca que esse evento veio para fortalecer a participação feminina no projeto e incentivá-las à prática esportiva. E destaca que muitas mulheres procuram aprender técnicas de Kung Fu para defesa pessoal. O Instituto incentiva as mulheres a trabalhar a modalidade esportiva, como também ensina as meninas a usar o esporte também como defesa pessoal, trabalhando  nelas, os princípios estratégicos para defesa pessoal tanto para evitar o confronto como para reagir em situação extremas. 

Para se manter no projeto os participantes e interessados devem cumprir um princípio base do instituto: durante participação eles precisam ser atletas e não usar somente para benefícios do corpo. 
 
O Mestre 

 
O Mestre Aridiego Pereira é praticante de  Kung Fu, desde o ano de 2000 e é tri campeão piauiense. Ele teve seu primeiro contato com esse esporte em 2000, onde foi aluno do professor Rafael Gomes Ramos.
 
Seu bom desempenho garantiu o título de Campeão Juvenil Piauiense em 2001, 2002 e 2003, na modalidade 65. Em 2004 foi Campeão Brasileiro pelo Conselho Nacional de Cung Fu. 

 
Fundou o Instituto Nova Vida Sada em 2019, e atualmente se dedica a ensinar a arte do kung Fu a crianças, jovens e adultos da comunidade de Teresina-Piauí

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://intopo.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp