14/01/2022 às 09h24min - Atualizada em 14/01/2022 às 09h24min

Governo da Austrália cancela visto e Djokovic será deportado

Jogador será expulso "por razões de saúde e ordem pública"

Ig

O ministro australiano da Imigração, Alex Hawke, cancelou nesta sexta-feira o visto do número um do tênis mundial, o sérvio Novak Djokovic, que será deportação do país.

Djokovic chegou a Melbourne no dia 5 de janeiro com uma isenção médica que lhe permitiria jogar no Open da Austrália sem ser vacinado contra a covid-19.

Confirmada a deportação, o tenista pode ficar proibido de entrar no país durante três anos. Os advogados do sérvio, porém, devem recorrer da decisão em tribunal.

 

Djokovic, que pretendia atingir o recorde de 21 títulos em torneios de Grand Slam caso ganhasse o Open da Austrália, admitiu esta semana ter prestado falsas declarações para entrar no país. O jogador declarou que não tinha viajado nos 14 dias anteriores, mas na realidade tinha viajado da Sérvia para Espanha, enquanto no seu país natal deu uma entrevista admitindo que deu positivo à covid-19.

Na quarta-feira, Djokovic foi incluído no sorteio do Open da Austrália, que começa na segunda-feira e deveria jogar a sua primeira partida contra o compatriota Miomir Kecmanovic.

A Austrália, que tem eleições este ano, luta contra um pico nos casos de covid-19, que passaram de menos de 2 mil por dia em dezembro para cerca de 150 mil esta semana.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://intopo.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp