12/01/2022 às 15h33min - Atualizada em 12/01/2022 às 15h33min

Portugal supera pela 1ª vez os 40 mil casos diários de Covid-19

Variante Ômicron faz aumentar o número de infecções e internações no país, mas mortalidade continua baixa

R7
R7

Portugal registrou nesta quarta-feira (12) mais de 40 mil casos de Covid-19 pela primeira vez desde o início da pandemia, com um novo aumento de pacientes internados e na incidência de 14 dias, que ultrapassou os 3,6 mil casos por 100 mil habitantes.

O último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) de Portugal relatou 40.945 diagnósticos positivos — um novo recorde —, e 20 mortos, abaixo dos dados de ontem.

 

A incidência continuou aumentando e passou de 3.204,4 casos por 100 mil habitantes na segunda-feira para 3.615,9 hoje, embora o índice de transmissão (Rt) tenha caído ligeiramente e esteja em 1,23.

Nos hospitais, houve um aumento de pacientes internados com covid-19, totalizando 1.635 pessoas — mais 71 a mais do que ontem — e das quais 167 estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Portugal, com 10,3 milhões de habitantes, acumula 1.734.343 casos e 19.181 mortos desde o início da pandemia.

 

O país atravessa sua quinta onda da pandemia com casos desencadeados pela variante Ômicron, que segundo a última atualização do Instituto Nacional de Saúde (Insa) representa 92,5% das infecções.

 

Esta semana, foram detectados surtos em uma fragata da Marinha portuguesa que está ancorada no porto do Funchal, na Madeira, com 35 casos, e em um centro de recuperação de menores em Monforte (leste), com 84.

Portugal encontra-se em estado de calamidade — um degrau abaixo do nível máximo de alerta — e mantém rígidos controles de suas fronteiras e restrições de acesso a determinados estabelecimentos e serviços, com certificado digital ou mesmo teste negativo obrigatório.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://intopo.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp